Governo Temer faz desigualdade aumentar

Por CUT Nacional                                                                                                                            

 

Um levantamento da LCA Consultores mostra um agravamento da concentração de renda no Brasil sob o governo Temer. Segundo os dados, os 10% dos trabalhadores mais ricos aumentaram sua participação na massa salarial de 39% para 41,1% entre 2016 e 2017. O congelamento dos investimentos públicos, cortes nos programas sociais e reajuste do salário mínimo, sem aumento real, também contribuem para o aumento da concentração da renda, na avaliação de especialistas.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.


Anti-spam: complete the task

Vídeos