Presidente catalão decepcionado com discurso do rei

Out 04, 2017

Por Ópera Mundi                                                                          

 

O presidente da região da Catalunha, Carles Puigdemont, acusou nesta quarta-feira (04/10) o rei da Espanha, Felipe VI, de ter assumido as políticas do governo de Mariano Rajoy, as quais definiu como "catastróficas em relação à Catalunha", e de decepcionar "muita gente que o aprecia".

Em uma declaração institucional na sede do governo catalão, Puigdemont afirmou que ontem, em pronunciamento transmitido nacionalmente pela televisão, o monarca se dirigiu "a uma parte da população" e "ignorou deliberadamente os milhões de catalães que não pensam como eles" e os catalães que "foram vítimas de uma violência policial que gelou o coração de meio mundo".

A vice-presidente do governo espanhol, Soraya Sáenz de Santamaría,  respondeu as críticas de Puigdemont afirmando que a maioria dos catalães recebeu como um "bálsamo" a mensagem de ontem à noite do rei Felipe VI diante de "tanta incerteza e tanto desassossego".

O rei Felipe VI declarou ontem que há tempo que "determinadas autoridades" da Catalunha descumpriam a Constituição e o Estatuto e classificou o comportamento delas como "deslealdade inadmissível" e "conduta irresponsável" por tentarem "quebrar a unidade da Espanha". 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.


Anti-spam: complete the task

Vídeos